BEM-ESTAR

Dor nas pernas em dias frios pode significar complicações circulatórias

Dor nas pernas em dias frios pode significar complicações circulatórias
Dr. Sthefano Atique Gabriel - Médico e cirurgião vascular

As dores nas pernas constituem um dos principais sintomas associados ao sistema circulatório, sendo que a má circulação e a doença venosa representam as principais causas vasculares para o surgimento das dores nas pernas. De um modo geral, as dores nas pernas pioram em épocas de baixas temperaturas, obrigando muitas vezes os pacientes a procurar o atendimento médico em consultórios, ambulatórios ou hospitais.

Na maior parte das vezes, a dor nas pernas é pouco valorizada, sendo tratada com medicações analgésicas e anti-inflamatórias, porém sem orientação médica. Esta situação constitui um erro, especialmente nos idosos e naqueles que fazem acompanhamento médico por problemas cardiovasculares, uma vez que a dor nas pernas pode significar a primeira manifestação clínica de complicações circulatórias.

Durante o inverno, ocorre o fenômeno da vasoconstrição, que se caracteriza pelo fechamento da microcirculação da periferia do corpo. Em pacientes idosos, este fenômeno pode descompensar a perfusão das pernas e dos pés, resultando em isquemia arterial aguda. Os sintomas clínicos iniciais são dores nas pernas de forte intensidade associado a formigamento e falta de sensibilidade na extremidade dos pés.

O diagnóstico tardio ou a falta de adequada avaliação de um paciente que evolui com dores nas pernas, especialmente nos períodos de baixas temperaturas, pode resultar em graves complicações, tais como úlceras, trombose ou até mesmo a perda do membro.

As dores nas pernas podem se manifestar com sintomas clínicos diferentes, porém devem ser sempre investigadas uma vez que tanto as doenças venosas (tromboflebite, trombose venosa profunda e varizes) quanto as doenças arteriais, como a má circulação, representam as principais causas circulatórias para o desenvolvimento de dores nas pernas.

A dor nas pernas que surge repentinamente, sem causa aparente e sem histórico de trauma, muitas vezes caracterizada como a “dificuldade de colocar o pé no chão” pode representar a manifestação clínica da tromboflebite ou da trombose venosa profunda, que se caracterizam pelo entupimento das veias superficiais e profundas, respectivamente, por coágulos de sangue.

Edema e hiperemia, conhecidos popularmente como “inchaço” e “vermelhidão” são sinais que podem acompanhar a dor nas pernas. O diagnóstico com ultrassom Doppler e o tratamento precoce com anticoagulação reduz o risco de embolia pulmonar, a complicação mais temida da tromboflebite e trombose venosa profunda.

A dor nas pernas manifestada no final do dia, após a jornada de trabalho, muitas vezes traduzida pela população como “dor em peso”, “ardência nas pernas” ou “pernas cansadas” pode representar a presença de varizes nos membros inferiores. As veias varicosas caracterizam-se por veias dilatadas e insuficientes cujo diagnóstico é realizado com o ultrassom Doppler venoso dos membros inferiores.

A dor nas pernas provocada pelo exercício físico (caminhada ou corrida) e que melhora com o repouso pode sugerir a doença arterial periférica, conhecida popularmente como “má circulação. Os pacientes hipertensos, diabéticos, obesos, sedentários e que fumam constituem a população de risco para este sintoma.

Na presença de dores nas pernas, especialmente nos dias frios, procure seu Cirurgião Vascular e faça seu Check Up Vascular. Para maiores informações, acesse o site www.drsthefanovascular.com.br.


Serviço:

Dr. Sthefano Atique Gabriel

Angiologia e Cirurgia Vascular - CRM 130437

Instagram: @drsthefanoatiquegabriel

Facebook: /drsthefanoatique

Contato:  17 3512-1970

Endereço: R. Redentora, 3106 - Vila Redentora - São José do Rio Preto - SP


+ Sintonia

O inverno chegou! Conheça 6 passos para proteger sua circulação em dias frios

Com a chegada do inverno é necessário atenção redobrada ao sistema circulatório, que inevitavelmente sofre com as variações térmicas. A vasoconstrição representa uma maneir...

Leia +

Existe relação entre Diabetes Mellitus e formigamento nos pés?

O Diabetes Mellitus representa uma doença prevalente em todo o mundo e caracteriza-se por elevados níveis de glicose no sangue. A hiperglicemia crônica acelera ...

Leia +

Malefícios do cigarro para sua circulação

O hábito de fumar representa um importante fator de risco para as doenças cardiovasculares, em especial para os problemas relacionados ao sistema circulatório. Quem f...

Leia +

Varizes: quando devemos trata-las?

Aproximadamente 40% da nossa população sofre com a presença de varizes nos membros inferiores. As varizes são caracterizadas por veias dilatadas, tortuosas, ins...

Leia +

Esfriou! Atenção a sua circulação!

Nossa circulação é muito sensível às variações térmicas, especialmente durante o período de baixas temperaturas. Nos dias frios, ocorre o fechamento da microcirculação, um ...

Leia +